sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Dieta x Regime

Um comentário interessante me fez refletir sobre o que é Dieta e o que é Regime. Nos meus tempos de ginasta, tinha acompanhamento nutricional e psicológico com maior frequência. Depois, quando comecei a correr de forma amadora, conheci minha parceira, que é nutricionista e que me fez refletir sobre o por que as dietas nem sempre dão certo.

Um dia ela me disse: "Parceira, Dieta é hábito alimentar! É pra vida toda. Encontre uma que você consiga fazer e se adaptar e seguir eternamente." 

Foi uma das coisas mais sábias que alguém comentou sobre emagrecimento comigo.

Conceito de Dieta:

Pelo Dicionário Informal, Dieta significa modo, estilo de vida. Desta perspectiva, uma dieta adequada abrangeria diversos aspectos da vida cotidiana
Segundo o dicionário de nutrição, tem-se por Dieta: o hábito de ingerir alimentos (inclusive bebidas) que a pessoa usais no dia a dia.

Conceito de Regime:

É um regime especial de alimentação que restringe a ingestão decertos alimentos e/ou reduz a sua quantidade, com o objetivo de perder peso ou por razões de saúde.
Adaptação a dieta:

A dieta deve ser um estilo de vida. Para isso, ela deve ser agradável, prazerosa e sem sofrimento. Por esse motivo, deve-se buscar dietas que agradem, pois ela será seu costume saudável da vida inteira.

Comecei com o regime hipocalórico de 1000kcal, depois baixei para 800Kcal, fazendo exercícios. Pelos percentuais da composição corporal, perdi gordura, mas algo deu errado e meus rins começaram a reclamar. Resultado: retenção potente de líquido, sendo caso médico. Recomendação médica feita sugeriu a redução de carboidratos.
Comecei pela Dieta Low Carb, mas achei muito radical e preferi buscar alternativas. Me interessei pela dieta Dukan, e estou prestes a começa-la. Irei tentar e se me adaptar, a seguirei por hábito, conforme explicitação do conceito de Dieta. Por esse motivo, não há risco de engordar tudo novamente.

Quando fazer regime:

O regime deve ser feito quando se necessita perder peso de forma rápida, em caráter emergencial. Claro que para quem distúrbios alimentares, a emergência é eterna.
Por exemplo: fiz um regime para perder peso suficiente para voltar a correr de forma segura, sem risco de lesões. A ultima vez que fiz regime, foi durante 5 dias para entrar num vestido (que cabia mas queria parecer mais gostosa nele). Logo após, retornei a dieta e continuei mantendo meu peso naturalmente.

Conclusão final:

Iniciei esse texto da mesma forma que irei terminar. Com o conselho da minha parceira.

"Dieta é hábito alimentar! É pra vida toda."

Muito se engana quem pensa que a dieta é só pra emagrecer e um dia irá largar dela. Escolham bem as dietas a fazer, de acordo com as sugestões de  cardápio e ver se agrada, se tem adaptações a fazer ou restrições que não possam ser seguidas. É essencial que se associe Dieta com Hábito e Regime com Eventualidade para que não haja equívocos e se recupere todo o peso perdido na semana depois do abandono.

;*

2 comentários:

  1. O problema é esse, maior parte de nós só fica em um... regime, seria daqui para frente o termo certo, por algum motivo fútil, ficar mais magra para apenas uma festa, e depois deixa de lado... Não seria melhor estar pronta para festa todo dia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo com você, mas a futilidade é uma característica do ser humano. Mais cedo ou mais tarde a gente acaba cometendo uma dessas. Já fiz regime por motivo sério, por motivo fútil, por livre e espancada pressão (dor de dente, garganta inflamada, outros fatores que atrapalhavam a ingestão decente de comida). Mas no fundo no fundo, todo mundo quer parecer mais magro, mais forte, com pele mais uniforme, etc. A futilidade está até nos pequenos detalhes, como a maquiagem composta por várias camadas, o retoque daquela espinha que está horrorosa no photoshop, ou a unha postiça no lugar daquela que quebrou.
      ;*

      Excluir

Deixe seu comentário! Seu apoio é importante nessa jornada!